Fotografia!

Pela sua definição ao pé da letra, fotografia é a captação de imagens com isso de câmeras, com sua gravação e reprodução em papel e meios digitais. Mas as definições fotográficas, sempre passam disso, seja eternizar momentos bons demais para ficar apenas na memória ou seja detalhar cada sentimento em um click. Então, escolhi esse assunto nada mais, nada a menos porque é o que quero seguir, então vamos lá! Com a fotografia é possível trabalhar desde estúdio até área pericial, agencias publicitárias até emissoras de TV. A duração média do curso é de quatro anos e há apenas dois bacharelados no país, tem boa base teórica mas trabalha muito com a parte pratica. Com salário inicial de R$1.500,00, as melhores oportunidades de trabalho de concentram em Rio de Janeiro e São Paulo, mas, há espaço para o profissional em todo o pais. Antes de passar para o lado emocional do post, existem faculdades que incluem fotografia, exemplo de Publicidade e Propaganda e Jornalismo (na área de fotojornalismo). Indo para o lado mais emotivo, eu pedi uma entrevista a uma das fotografas qual sempre acompanho os trabalhos (e que sempre me encanta, principalmente os projetos beneficentes) a Marina Sampaio, e ela, gentilmente me concedeu.

 

O que te fez escolher fotografia como profissão? Sinceramente? Não sei. Eu sempre fui extremamente apaixonada por fotografia, nunca me imaginei fazendo nada, se não isso. Quando eu era criança, minhas coleguinhas diziam “quero ser veterinária”, e eu, adivinha?

Você tinha outros projetos para profissão? Não, como eu disse na primeira pergunta, sempre fui 100% decidida quanto a profissão que irei seguir. A única coisa que eu já considerei, porém, que também era PELA fotografia, foi trabalhar durante 1 ano na aviação, para viajar para muitos lugares diferentes fotografando. E com isso, criar um projeto.

O que a fotografia representa pra você hoje? Tudo. A fotografia é meu hobbie, profissão, paixão, remédio… Eu simplesmente consigo ficar bem quando estou fotografando, realmente bem. Então, eu amo com todas as minhas forças.

Então, seus ídolos na fotografia? Quais são? Annie Leibovitz.

Pra você, o que é mais difícil e o que é mais legal no seu trabalho? O difícil é manter a cabeça no SEU trabalho. Digo, existem MILHARES de pessoas que mandam muito bem, e se eu não focar no meu próprio trabalho e pensar “eu consigo”, acabo meio que desistindo, por ter muita gente boa nesse meio. Assim como em qualquer outro meio, né? Acho que, pra mim, a pior parte, é a psicológica mesmo. Mas nada muito sério, confio no meu trabalho. O legal? Difícil. Tudo. Eu amo produzir, fotografar, editar, criar, divulgar, ler elogios, críticas, sugestões. Tudo é legal.

O que te inspira para fazer fotos tão belas? Eu mesma. Você pode me perguntar o que cada foto que já tirei na vida significa pra mim, todas elas, pode ter certeza, que significam algo. Eu pego dos meus sentimentos, e os transformo em fotos.

E para finalizar, qual conselho você dá para os futuros fotógrafos (assim como eu)? Aconselho a não desistirem, caso seja isso realmente a profissão que queira seguir. Como eu disse, é difícil, tanto na parte psicológica, quanto nas outras, como financeira, competitiva e etc. Mas se é isso o que você realmente quer, corra atrás, estude, pratique, publique, encante. Todo mundo é capaz de ser um bom fotógrafo, basta querer, sentir e amar. A Mari tem um trabalho encantador, vale a pena acompanha-lá nas redes sociais. Instagram: @mamsampaio Site: www.marinasampaio.com Entre as fotos favoritas da própria Mari estão:

tumblr_n41lsooyS11qd3m6to1_1280 tumblr_n431i5Q6L81qd3m6to1_1280 tumblr_n41mmjGtsJ1qd3m6to1_1280

Então, poderia encerrar esse post de várias formas, mas não achei tão adequado. Ouço de muitos, quando me perguntam o que quero trabalhar e falo fotografia, que tenho que procurar algo que dê dinheiro e tudo mais, até já riram da minha cara. Porém, do que adianta ter dinheiro e não ser feliz? Não é mais gratificante ver tudo o que você conquistou ao longo do caminho? Pois então, vamos seguir nossos sonhos e mostrar a todos que somos capazes. É assim, que encerro esse post e agradeço a todos pelas visitas no idf e é claro um especial agradecimento a Mari Sampaio pela entrevista e pela paciência. É isso, até a próxima. Um beijo, Camila. Para se informar mais um pouco sobre a profissão e faculdade: aqui. E outros fotógrafos que eu indico MUITO (e são meus preferidos): Cesar Ovalle “Cesinha” e Larissa Dare.

Anúncios

Um comentário em “Fotografia!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s