Brincando de pensar

E um ano se passou desde que, cheia de convicção, certeza, amor e decisão me pus a escrever o último post daqui.

E um pouco mais de dois que, muito bagunçada, com medo, frustrada, mas ao mesmo tempo ansiosa, me pus a dar início a tudo isso aqui, junto com a Yasmin.

E se formos colocar ao pé da letra, em um papel cheio de pauta em branco, são momentos extremamente diferentes na minha vida. Porém, importantes.

Desde então fotografia se tornou um amor, ou melhor, o amor para com ela se intensificou. Com a escrita também. Desde então assisti Grey’s Anatomy, e me apeguei de uma forma terrível. Desde então passei por fases – tanto altas como baixas – em relação a mim. Desde então senti e deixei de sentir. Acreditei e deixei de acreditar. Sonhei e deixei de sonhar. Fiz e deixei de fazer. Encontrei algumas respostas, mas escrevi outras perguntas.

É estranho. É engraçado. É, minimamente, satisfatório.

Foram, apenas, míseros dois anos. E tudo mudou. Ou, tudo voltou ao seu lugar, da forma que gosto. Com alguns objetos que antes não estavam nas prateleiras, mas completam o cenário.

Com tanta linguagem figurada, me peguei pensando desde as coisas mais supérfluas até as de mais importância. Parei e vi que não combino foto no instagram, a minha grade é a mais bagunçada possível, mas mesmo assim, me sinto em casa. E um pouco incapaz, mas no fim, me faz um bem danado. Parei e vi que já estou a um passo do meu futuro, cheia de decisões nas mãos, mas, previamente, sem resolução para elas. Parei e vi que estou dando um tchau a um período da minha vida que mal vi começar e nem dei um abraço. Parei e vi que ainda não sei resolver ou responder minhas angústias, muito menos saber o porque delas. Parei e vi que depois de ler os meus “eu quero” mudei e continuei a mesma Camila na mesma medida. Parei e vi que muitas frases prontas existem por algum motivo. Parei, vi e senti que só assim me sinto eu. Colocando tudo no papel, vendo cada palavra se formar, cada significado tomar forma.

Parei e me identifiquei com certas teorias que recheiam as frases prontas do facebook: vivemos em constante mudança.

Certas vezes para melhor, outras nem tanto. Mas, de todo jeito, a gente muda. Eu mudei, e acho que parte de mim não se conforma com isso. Ainda sou a que prefere ouvir do que falar de si mesma, gargalhar, dançar, que gosta do equilíbrio ente a calmaria e a euforia – mesmo que em grande parte do tempo sou eu quem faço a euforia acontecer -, a que sempre volta com a mesma xícara verde com bolinhas brancas comportando aquele cafezinho, a que tem o mesmo sorriso torto, a que guarda todas aquelas palavras bem escritas com um imenso carinho para por em um texto depois, a que sempre encaixa alguma passagem de um livro que leu em um conselho, a que não sabe fazer textos curtos e só percebe quando está começando a se empolgar e que repugna muitas coisas que são a essência dessa existência toda.

Mas não sei. Me sinto um alguém diferente. Que sente diferente e vê diferente. Que pensa um pouco diferente. Isso faz parte desse caminho extenso chamado vida, não é?

Ás vezes, no fim de tudo, só quero pegar meu café e abraçar minha mãe, para ouvir dela: eu te amo, filha. Ali é o lugar mais seguro de tudo. Ali, passando todo tempo que for, continua o mesmo lugar de sempre. Ali é o lugar que você sendo diferente ou não, você é você. E se sente você. É o lugar que todo mundo e sua constante mudança não fazem tanto sentido e finalmente você tem sossego. É, simplesmente, o melhor lugar que tem. É o lugar.

Depois de tantas idas e vindas, de assunto por cima de assunto, certamente não resumi o que queria dizer… como sempre. No fim, só queria dizer um olá e entrar aqui, reler os posts me trouxe uma calmaria no coração. Me fez reacender coisas que, aqui dentro, já estavam se apagando. É aquela coisa que tudo acontece na hora certa né, acredito nisso.

Então, tudo bem e tudo fica bem.

 

Um beijo,

mas como que senti falta de encerrar um post

Mila.

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s